A ESTRADA DO TEMPO (Bahia)

Após recidiva do câncer, Nise tem uma chance com um novo tratamento que acaba de chegar ao mercado. Contudo, sua família não tem como bancar sua possível chance de cura. Ela recebe uma parte do dinheiro de sua irmã, Marlene, mas a única forma de levantar os outros 50 mil reais é através das entregas de Roberval, caminhoneiro e seu marido há 23 anos. Não podendo contratar ajudante, ele chama seu filho, João Carlos – com quem nunca se deu bem –, que aceita pensando apenas em salvar a mãe. Viajando juntos pelo interior do Nordeste, pai e filho constroem uma relação. Juntado o dinheiro, decidem voltar para casa mas são roubados em Caruaru. Roberval é baleado em uma emboscada e morre. Em meio a sua despedida, a notícia do banco: a apólice do seguro de vida de Roberval é de 75 mil reais.

Fernando Serravalle – Roteirista

Graduando em Filosofia pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), é também estudante de francês e italiano pela mesma universidade. Autodidata, estuda roteiro há anos de forma independente – sobretudo narrativas seriadas. Em 2019, venceu o Festival de Roteiro Audiovisual de Porto Alegre – FRAPA na categoria Piloto de Série com o projeto “Ominira”.

Lab. de Artes Visuais

  • 051/Grande Circular
  • Isolamento Compulsório
  • Novas Abordagens Perceptivas do Real
  • Sonho causado pelo voo de uma abelha ao redor de uma romã, um segundo antes de acordar

Lab. de Audiovisual

  • Ocre
  • Estrada Aberta
  • Tempo de matar cachorro
  • Telma
  • Perdido
  • 7 CAIXAS

Lab. de Dança

  • 233 A, 720 Khalos
  • Afrontamento
  • Afrontamento
  • Corpos Embarcados

Lab. de Música

  • Sila Crvs A.O.A
  • Iracema Som Sistema
  • Ode ao Mar Atlântico
  • Orquestra Popular do Nordeste

Lab. de Teatro

  • Caldeirão de água no deserto – realidades e utopias?.
  • DESPEJADAS
  • Nossos Mortos
  • O retorno a Juberlano