MAR AO FUNDO

Laura (19) nunca saiu de Iguatu e foi através das cartas do pai que conheceu o Ceará. Sob a vontade de compreender o motivo pelo qual ele partiu e nunca mais voltou, ela decide se deslocar para a cidade de onde recebeu sua última carta. No entanto, um assédio sofrido no ônibus da viagem faz com que ela mude os seus planos, deixando-se levar pelos atalhos que surgem no caminho. Enquanto narra e compartilha suas experiências com sua mãe por cartas, ela conhece Celeste (45), uma caminhoneira que busca superar a morte de seu marido, se apaixona por Bruna (35), uma fotógrafa errática, e convive com Santiago (55), um pescador que sonha reencontrar uma baleia de sua infância. Nesse percurso, entende que as pessoas, assim como ela, carregam muito mais do que aquilo que expressam e tentam também recuperar algo que se soltou.

 

Giovanna Campos – Roteirista

Foi diretora de Fotografia do curta-metragem “Capitais” (2018), premiado como Melhor Filme na Mostra Universitária do Festival de Brasília, e dos curtas “Fim.Começo” (2019) e “Vagabundos Eficazes” (2020). É também Idealizadora da série Arte Circunstância (2020), aprovada pelo VII Edital das Artes da SecultFor, e que propõe uma investigação topográfica dos artistas visuais da cena contemporânea da cidade de Fortaleza.

Lab. de Artes Visuais

  • 051/Grande Circular
  • Isolamento Compulsório
  • Novas Abordagens Perceptivas do Real
  • Sonho causado pelo voo de uma abelha ao redor de uma romã, um segundo antes de acordar

Lab. de Audiovisual

  • Ocre
  • Estrada Aberta
  • Tempo de matar cachorro
  • Telma
  • Perdido
  • 7 CAIXAS

Lab. de Dança

  • 233 A, 720 Khalos
  • Afrontamento
  • Afrontamento
  • Corpos Embarcados

Lab. de Música

  • Sila Crvs A.O.A
  • Iracema Som Sistema
  • Ode ao Mar Atlântico
  • Orquestra Popular do Nordeste

Lab. de Teatro

  • Caldeirão de água no deserto – realidades e utopias?.
  • DESPEJADAS
  • Nossos Mortos
  • O retorno a Juberlano