Plantomorfias

uma coleção de sensibilidades entre corpo e natureza.

O projeto investiga afinidades entre arte e biologia da perspectiva de um corpo mutante e de uma subjetividade amplificada entre humano e vegetal. Para isso se utiliza de linguagens e mídias diferentes como o desenho, a pintura, a costura, o bordado, os cadernos de artista, a escultura, vídeo e animação gráfica. Essas experiências múltiplas visam agenciar o arquivo como procedimento poético, reunindo uma constelação de imagens e objetos. Da aproximação com disciplinas científicas são produzidas ficções que reinventam nossos modos de perceber, significar, habitar, interferir e representar o mundo natural, gerando as assim chamadas coleções de sensibilidades.

Plantomorpho (Henrique Braga)

Henrique Braga é artista multilinguagem, formado em artes visuais pela Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Em sua trajetória passou por diversas linguagens, realizando projetos voltados para instalação, vídeo, fotografia, animação, performance, curadoria e expografia de exposições.Concluiu diversas formações complementares em artes, dentre elas, a Temporada Formativa do Laboratório de Artes Visuais, pelo Porto Iracema das Artes, em 2019.

Lab. de Artes Visuais

  • 051/Grande Circular
  • Isolamento Compulsório
  • Novas Abordagens Perceptivas do Real
  • Sonho causado pelo voo de uma abelha ao redor de uma romã, um segundo antes de acordar

Lab. de Audiovisual

  • Ocre
  • Estrada Aberta
  • Tempo de matar cachorro
  • Telma
  • Perdido
  • 7 CAIXAS

Lab. de Dança

  • 233 A, 720 Khalos
  • Afrontamento
  • Afrontamento
  • Corpos Embarcados

Lab. de Música

  • Sila Crvs A.O.A
  • Iracema Som Sistema
  • Ode ao Mar Atlântico
  • Orquestra Popular do Nordeste

Lab. de Teatro

  • Caldeirão de água no deserto – realidades e utopias?.
  • DESPEJADAS
  • Nossos Mortos
  • O retorno a Juberlano